segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Como se caracteriza o currículo que se desenvolve com o uso de computadores e Internet nas atividades de sala de aula?


Elaborar currículos culturalmente orientados demanda uma nova postura, por parte da comunidade escolar, de abertura às distintas manifestações culturais. Faz-se indispensável superar o “daltonismo cultural”, ainda bastante presente nas escolas. O professor “daltônico cultural” é aquele que não valoriza o “arco-íris de culturas” que encontra nas salas de aulas e
com que precisa trabalhar, não tirando, portanto, proveito da riqueza que marca esse panorama. É aquele que vê todos os estudantes como idênticos, não levando em conta a necessidade de estabelecer diferenças nas atividades pedagógicas que promove (Stoer e Cortesão, 1999).

Diante do tema abordado e da colocação acima fica evidente que é preciso pensar no currículo de maneira dinâmica, principalmente quando se refere à cultura.

Lidar com tecnologia e internet, inerentemente, é lidar com movimento. Internet é cultura universal e diversa. Daí penso que o professor,  o estudante, o gestor e a comunidade não podem atuar de forma estática, a intervenção/alteração fazem parte do ambiente escolar cotidianamente. Se pensarmos no projeto, da mesma maneira ele ocorre, com dinamismo.

Portanto, no século XXI não há como dissociar aprendizagem, conhecimento, cultura e tecnologia de uma metodologia e recursos que permitam alterações constantes do processo de modo que todos, de maneira coerente, possam intervir alterando de acordo com a necessidade da comunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...